quarta-feira, 2 de junho de 2010

Prata Preta : O Zumbi da Saúde




Prata Preta : Lider da resistência negra à vacina em 1904.


Estivador e capoeirista, Prata Preta combateu as forças policiais fazendo uma barricada que ficou conhecida como Porto Artur, na praça da Harmonia, bairro Saúde no Rio de Janeiro . Liderou a resistência por vários dias. Aquele seria o último foco de revolta popular a ser rendido.
No fim do conflito , Prata Preta esteve entre os presos mandados para o Acre.
Sua valentia e coragem lhe deram fama nos noticiários, na literatura e nas caricaturas de jornal, em que ele era retratado dando golpes de capoeira.
Por que os negros eram tão contrários à vacina?
Prata Preta e seus companheiros do bairro da Saúde, onde moravam muitos dos negros vindos da Bahia em busca de trabalho na capital, tinham motivações específicas para se revoltar contra o governo.
Adepta do Camdomblé, a população negra recusava-se a vacinar por princípios religiosos. Esse culto na época, estava proíbido pelo governo, sob acusação de "feitiçaria". Os praticantes da religião acreditavam que determinadas divindades tinham poder sobre algumas doenças. Entre esses deuses, está Omolu ou Obaluaiê, que seria o orixá responsável pela varíola. Os poderes de Omolu não se resumiram a causar a varíola: podiam também atenuar seus efeitos. Cultos e sacrifícios rituais eram oferecidos ao orixá, pedindo proteção contra o mal.
Assim, era dificil que a vacina vinda dos médicos tivesse credibilidade entre os seguidores do Candomblé. E era preciso resistir a ela.
A Revolta da Vacina. ( 1.904)



Nenhum comentário:

Postar um comentário