terça-feira, 20 de julho de 2010

Educação Popular e Saúde

É preciso potencializar os processos de comunicação social para que a população conheça mais o Sistema Único de Saúde e as formas de participação na formulação e controle social das políticas públicas de saúde. Esta foi a principal conclusão de reunião no dia 9 de dezembro de 2009 de integrantes do Grupo Interinstitucional de Comunicação e Educação em Saúde de Santa Catarina. O GICES-SC deverá propor ao Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Santa Catarina a construção de estratégias para estimular a participação popular na consolidação do SUS.

A reunião de 9 de dezembro, realizada na Escola de Formação em Saúde (EFOS), em São José, deu continuidade à série de encontros iniciados em outubro de 2009 que está analisando as dificuldades vivenciadas pelo Grupo e as perspectivas de sua continuidade. O Grupo foi criado em 1999 por profissionais de saúde e representantes de movimentos sociais e de entidades públicas e privadas para integrar ações de comunicação e educação em saúde em SC.
Trabalhadores da EFOS, do Laboratório Central (Lacen), da Gerência de Atenção Básica da Secretaria de Saúde de SC e da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) que participaram da reunião discutiram a reformulação dos objetivos e diretrizes do grupo. As alterações propostas visam adequar os objetivos do GICES à realidade atual, definindo-o como uma entidade menos executiva, com um papel mais fomentador/divulgador, visando contribuir para a integração e o aperfeiçoamento das práticas de comunicação e educação em saúde.

http://portal.saude.gov.br/portal/arquivos/pdf/caderno_de_educacao_popular_e_saude.pdf

texto do portal   http://www.gices-sc.org/ReuniaoRumos4.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário